Nossa equipe no Sixth International Tapir Symposium

60762_501920019828950_1150189511_n
Da esquerda para direita: Edsel Moraes Júnior, Natalia, Andressa, Fernando Nogales e Eduardo.

Por Andressa Gatti

Lembro como se fosse hoje, a minha ida para o International Tapir Symposium, realizado por IUCN/SSC Tapir Specialist Group (TSG), em 2006, na Argentina. Fazia um ano que eu tinha defendido a minha dissertação sobre a viabilidade populacional das antas, na Mata Atlântica. Era uma pesquisadora que estava apenas começando a conhecer o fantástico mundo das antas, mas já estava apaixonada e decidida que me dedicaria à proteção delas. Então, com a cara e coragem lá fui eu para Buenos Aires, na companhia de um grande amigo, o Edsel. Alguns amigos me ajudaram a viabilizar minha ida e eu agradeço a eles até hoje. Foi uma experiência incrível, porque conheci vários estudiosos sobre todas as espécies de antas, não só a Anta Brasileira (Tapirus terrestris), fiz bons amigos e comecei a entender melhor o funcionamento do TSG. Foi demais!!!!!

10422572_720632601351202_6683759859315833826_n
Paulo Rogerio Mangini na apresentação de seu poster.

Depois de oito anos, em novembro deste ano,  pude novamente ir ao Simpósio, mas desta vez ele tinha um gostinho muito mais especial. Primeiro porque foi realizado aqui no Brasil, em Campo Grande, e segundo, porque eu fui com a minha equipe do Pró-Tapir: Amabili Falqueto, Cristina Jaques, Paulo Rogério Mangini, Igor Acosta e Jardel Seibert. E, além disso, apresentamos alguns resultados já obtidos ao longo destes quase quatro anos de projeto!! Tenho certeza que para eles a sensação também foi pra lá de especial!

10604406_720637294684066_5395328435351366992_o
Jardel Seibert durante a apresentação oral.

Meu orgulho foi enorme ao ver o Jardel Seibert apresentando parte dos dados da sua dissertação de mestrado sobre o grau de frugivoria das antas, em duas unidades de conservação aqui no estado: a Rebio Córrego do Veado e a RPPN Recanto das Antas.

7 - IMG_3574 (Large)
Participantes do Sixth International Tapir Symposium

Foi um simpósio que reuniu quase 100 pesquisadores, da Ásia, América Central, América do Sul,  América do Norte  e Europa. Pessoas muito queridas, todas interessadas na proteção das  espécies de Tapirus. Não só pesquisadores já consagrados nos estudos  com as antas, mas também interessados em iniciar projetos com elas,  especialmente aqui no Brasil. Isso é muito motivante!!!  Quanto mais  temos informações sobre as antas, em diferentes regiões, mais embasadas  serão as propostas e ações de conservação para todas as espécies de anta.

Em 2006, ter um projeto voltado para a conservação das antas aqui no Espírito Santo era um sonho e hoje ele é realidade. Conseguem imaginar a minha felicidade?

Abraços de anta

Andressa Gatti

British-american-flag

 

By Andressa Gatti

I remember like it was today when I was going to the International Tapir Symposium, held by IUCN / SSC Tapir Specialist Group (TSG) in 2006, Argentina. It had been a year that I had defended my dissertation on the population viability of tapirs of the Atlantic Forest. I was  a researcher who was just getting to know the wonderful world of tapirs, but I was already in love with it and decided to dedicate myself to their protection. Then, with the face and courage I went to Buenos Aires in the company of a good friend, Edsel. Some friends helped me to travel to Argentina, and I still thank them for it. It was an amazing experience because I met several scholars that study all species of tapirs, not only the lowland tapir (Tapirus terrestris), I made good friends and I began to better understand how the TSG works. It was awesome !!!!!

After eight years, in November this year (2014), I went again to the Symposium, but this time it had a much more special taste. First because it was held here in Brazil, in Campo Grande, and second, because I was with my Pró-Tapir team: Amabili Falqueto, Cristina Jaques, Paulo Rogério Mangini, Igor Acosta and Jardel Seibert. Also, we presented some results of our studies after four years of Pró-Tapir!!! I’m sure that my team had the same special feeling that I had!

My pride was huge to see Jardel Seibert presenting part of the data of his dissertation about frugivory of tapirs in two protected areas in the state of Espírito Santo: the Biological Reserve of Córrego do Veado and the RPPN Recanto das Antas.

7 - IMG_3574 (Large)

It was a symposium that brought together almost 100 researchers from Asia, Central America, South America, North America and Europe. People very dear, all interested in the protection of tapirs. Not only researchers already established in studies with tapirs came, but also those interested in starting projects with them, especially here in Brazil. This is very motivating !!! The more we have information on tapirs, in different regions, more reliable the proposals and conservation actions will be for all species of tapir.

 

In 2006, having a project aimed in conservation of tapirs here in Espírito Santo was a dream, and today it is reality. Can you imagine my happiness?

Anúncios

5 thoughts on “Nossa equipe no Sixth International Tapir Symposium”

  1. Marcelo, nesses 10 anos nossa equipe cresceu de uma forma especial, não foi?! Hoje temos pessoas no IMD que acreditam que podem fazer a diferença e amam o que fazem!!!! Amigos queridos que juntaram seus sonhos aos nossos!!! 🙂 🙂 🙂

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s