Fotografia e Conservação das Antas: uma parceria de sucesso

10842193_730453650369097_5124281741424188343_o
A pesquisadora Ana Carolina Srbek Araújo registrou o momento exato em que o Gustavo estava fotografando a anta, na Reserva Natural Vale.

Por Andressa Gatti e Danielle Moreira

Sempre vimos lindas fotos e filmagens da natureza em documentários na televisão, notícias, blogs, sites de fotografias, livros, facebook, projetos de pesquisa e conservação da biodiversidade, etc. De uma certa forma, era tudo muito próximo, mas ao mesmo tempo distante de nós. Apesar de termos uma ideia do quão trabalhoso é fotografar os animais em vida livre e toda a paisagem, foi só quando começamos o Pró-Tapir é que a ficha realmente caiu.

Mas não iniciamos esse trabalho sozinhos. Na verdade, encontramos parceiros engajados na causa e que sempre estão interessados em registrar os animais silvestres, inclusive a anta, com o propósito de chamar a atenção da população para a conservação da fauna e flora.

Logo no início, nossos amigos Gustavo Magnago, Leonardo Merçon e Ilka Westermeyer nos proporcionaram belos registros. Com eles, tentamos aprender algumas técnicas de fotografias, mas para dizer a verdade, precisamos de muito treino e dedicação para isso! Afinal fotografia é uma arte, e é necessário paciência e sensibilidade.

Este é o Jorge, tranquilo, se deliciando em uma poça de água lamacenta. Léo e sua equipe tiveram o prazer de ficar observando ele por vários minutos.
Este é o Jorge, tranquilo, se deliciando em uma poça de água lamacenta. Léo e sua equipe tiveram o prazer de ficar observando ele por vários minutos.
Anta fotografada por Léo Merçon, na Reserva Biológica de Sooretama.
Anta fotografada por Léo Merçon, na Reserva Biológica de Sooretama.
1000134_492509737491884_962889122_n
Esta imagem feita pelo amigo Gustavo Magnago reflete simplesmente o mais lindo dos sentimentos, o AMOR!

 

IMG_7274
Exato momento em que Peter se preparava pra fotografar a anta, que vimos dentro do talhão de eucalipto. Já era quase noite e chovia!

O interessante é que  nossas parcerias fotográficas não acabam! Este ano tivemos o prazer de conhecer o holandês Peter Schoen, que entrou em contato conosco, em 2014, interessado em nos acompanhar nos nossos trabalhos de campo. Foi então que no dia 13 de dezembro Peter veio nos visitar e participou de uma de nossas campanhas. O resultado foram lindas fotos e uma nova amizade.

anta com credito2

 

Ele desejava muito fotografar uma anta e conseguiu!!

 

Mas, nossa equipe tem seus fotógrafos amadores! Kiki, a primeira veterinária do projeto, também foi nossa primeira fotógrafa amadora. Eram 10 horas da manhã, em julho de 2012, quando vimos este machão! Eram 10 horas da manhã, em julho de 2012, quando vimos este machão! Kiki fez esse lindo registro!

Em seguida, Rafael também captou nosso trabalho com aquela sensibilidade. Nosso amigo do IMD, Felipe Buloto, nos acompanhou em uma de nossas campanhas de captura e fez aquele “book” fotográfico. E o restante da equipe sempre está com uma câmera na mão para tentar registrar atividades importantes.

anta marcada2
Mãe e filhote fotografados, na Reserva Natural Vale, pelo nosso amigo José Nilton.

Ainda, temos diversos amigos que sempre nos agraciam com registros impressionantes das antas e de outros animais. Diego e Zé Nilton são essas pessoas. Não são fotógrafos profissionais, mas a curiosidade deles e a vontade de compartilhar as belezas da natureza conosco, já lhes renderam imagens surpreendentes

anta_RPPNRA
Fotografada por Diego Rocha, ex-vigilante da RPPN Recanto das Antas.

Pois é pessoal. O que aprendemos com nossos amigos fotógrafos é que a parceria entre pesquisadores e fotógrafos de natureza está cada vez mais forte e mais importante. Nós possuímos o mesmo interesse: primeiro, a conservação das antas, das matas e das outras espécies e, segundo, sensibilizar a população em nos ajudar a proteger nossos animais e florestas. Afinal, como diria o nosso amigo Leonardo Merçon: “Só protegemos aquilo que conhecemos”.

Por tudo isso, queremos agradecer a vocês, amigos fotógrafos, esse trabalho tão forte e sensível que, ao mesmo tempo, capta o que a natureza tem de melhor. Nossos sinceros agradecimentos a:

Leonardo Merçon, Ilka Westermeyer, Gustavo Magnago, Letícia Belgi Bissoli, Peter Schoen, Felipe Buloto, Maria Fernanda Gondim (Kiki), Rafael Cipriano, Diego Rocha, José Nilton Silva, Xerxes Caliman e a você que pode se sentir motivado a fotografar após ler nosso texto e ver estas belas imagens!!

British-american-flag

By Andressa Gatti and Danielle Moreira

We always see beautiful photos and footage of nature in documentaries, news, blogs, photo sites, books, Facebook, research and conservation projects, etc. In a way, it was all very close, but at the same time apart from us. Although we had an idea of how much work was necessary to photograph animals in the wild, it was only when we started the Pró-Tapir that the idea was confirmed.

anta no eucalipto_xerxesBut we did not start this work alone. In fact, we found partners engaged in the cause and always interested in registering the wild animals, including tapirs, in order to draw the attention of people in conservation of fauna and flora.

In the beginning, our friends Gustavo Magnago, Leonardo Merçon and Ilka Westermeyer gave us beautiful photos. With them, we tried to learn some photo techniques, but to tell the truth, we needed a lot of training and dedication for it! After all, photography is an art that needs patience and sensitivity.

But our photographic partnerships did not end! This year we had the pleasure of meeting the Dutch Peter Schoen, who contacted us in 2014, interested in following us on our field work. Then on December, 13, Peter came to visit us and took part in one of our field work campaigns. The result was beautiful photos and a new friendship.

But our team has its amateur photographers! Kiki, the first veterinary of the project, was also our first amateur photographer. She took a great picture of a male tapir in July 2012. Then, Rafael also register our work with that sensibility. Our another friend from IMD, Felipe Buloto, accompanied us in one of our capture campaigns and made great photos. And the rest of the staff is always with a camera in hand trying to record important activities.

Still, we have several friends who always gracing us with impressive records of tapirs and other animals. Diego and Zé Nilton re one of those people. They are not professional photographers, but their curiosity and the desire to share the beauty of nature with us, resulted in amazing pictures.

That’s it folks. What we’ve learned from our photographer friends is that the partnership between researchers and nature photographers are becoming stronger and more important. We share the same interest: first, the conservation of tapirs, of the forests and other species, and second, to sensitize the population to help us protect our animals and forests. After all, as our friend Leonardo Merçon always says: “We only protect what we know.”

For all that, we want to thank all our photographers friends:
Leonardo Merçon, Ilka Westermeyer, Gustavo Magnago, Leticia Belgi Bissoli, Peter Schoen, Felipe Buloto, Maria Fernanda Gondim (Kiki), Rafael Cipriano, Diego Rocha, José Nilton Silva and Xerxes Caliman.

We hope that this post and beautiful pictures can motivate you to photograph all the beauty of nature!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s